Dicas e truques para a nossa casa A minha hortinha. Jardim na varanda. Reciclagem Ideias originais
Sábado, 25 de Maio de 2013
Um perfume só para si


As minhas filhas sempre gostaram de ter alguns «miminhos» exclusivos, pequenos objectos que não eram valiosos do ponto de vista material mas sim porque eram únicos e pensados para elas.

Daí nasceu a ideia de criar perfumes que tivessem a ver com as suas personalidades e que lhes pertencessem apenas a elas.

Fazer perfume em casa, para ficar bem e não desaparecer da pele dois minutos depois de aplicado, não é tão fácil assim.  Comete-se várias vezes o erro de utilizar álcool daquele das farmácias, água destilada em quantidades exageradas ou até água oxigenada. E comete-se ainda mais frequentemente o erro de querer «despachar» o perfume, de obter resultados rápidos.

É, ao contrário, um trabalho demorado e que  exige paciência mas garanto que dá prazer, estimula a criatividade e vale a pena só para ver o sorriso na cara da pessoa em quem pensámos durante os meses que levou a estar pronto.

Vamos precisar de :

Essências  concentradas dos aromas – base.

 

 

 



Um almofariz.

 

 

 

 O almofariz só será usado quando, além das essências, pretendermos macerar folhas secas, minerais, especiarias, etc...

 


Frascos escuros, funil e contagotas

 

 

      

 

 


1 caderno onde vamos assentando o processo e onde ficará a fórmula final de cada perfume para o caso de desejarmos repeti-lo.

 

 

 

 



Álcool de cereais +  propilenoglicol

 

 

 



Fixador – essência de musk , bergamota, madeiras –base, etc. Depende do perfume que se queira fazer mas nas casas onde se vendem as essências, normalmente, há fixadores e hebitualmente podem obter-se conselhos também.


Água deionizada ( em caso de falta pode ser destilada)

 

Eu tenho todos estes «apetrechos» guardados naquilo a que cá em casa chamam o meu «arsenal de perfumista» e que consiste basicamente, numa caixa de madeira inteiramente«esculpida» com «baixos relevos» feitos à faca por minha filhota Sónia:

 

 

 

     

 

 

 

  

 

 

 Também será necessária, mais tarde, uma caixa com palha.

 

Preparação:

 

Funciona muito por tentativa e erro até encontrar a fórmula que desejamos. É por isso que eu vou anotando passo a passo, no meu caderninho, o que vou fazendo. Quando chego a um resultado que me agrada, copio a fórmula final para poder repetir.

 

Pensamos primeiro, claro, se desejamos uma colónia leve, uma água de toilette, ou um perfume concentrado.

 

As proporções são diferentes.

 

Como base geral, as proporções são:

 

 

      álcool e essência- cerca de 60 a 80%
      propileno e fixador - aproximadamente 3%
      água deionizada - cerca de 10a a 12%

 

 

Na parte de álcool e essência, a proporção de essência varia conforme queremos fazer colónia, perfume concentrado, etc... para este último pode usar até 35% de essência,

 

Eu faço colónia, normalmente, e utilizo 20% de essência.

 

Vamos imaginar que queremos um perfume à base  de rosas. Essência de rosa será o que mais iremos utilizar, claro. Mas, normalmente, só a essência do aroma que pretendemos não dá o resultado desejado. Temos de lhe adicionar outros aromas que, não adulterando a base a façam, em vez disso, realçar. No caso da rosa podem ser usadas algumas gotas de gerânio, de cravo ou de violeta, na proporção de duas gotas da essência escolhida para 10 de rosa.

Com um conta gotas, colocamos, por exemplo, 20 gotas de essência de rosa, e 4 gotas de essência de gerânio num frasco escuro.Rolhamos bem e esperamos 24 horas.

Ao fim das 24 horas, juntamos entre 30 a 35 gotas de álcool de cereais, umas 10 de propileno e umas 4 gotas de fixador ( no caso de aroma de rosa, o melhor fixador é a essência de bergamota ). Rolhamos o frasco, agitamos levemente e guardamos mais 24 horas.

 

Repetimos a operação 5 vezes ou 6.  A fim desse tempo juntamos água deionizada ou destilada na proporção do dobro do que temos no frasco (Se tivermos assentado no caderno todas as gotas de essências, de fixador, de álcool e propileno, etc, utilizadas até aí, basta colocar no frasco o dobro dessas gotas em água). Rolha-se de novo o frasco e esperam-se 48 horas.

 

Ao fim desse tempo coloca-se um pouquinho do conteúdo do frasco na parte interior do pulso, cheira-se, deixa-se secar e cheira-se de novo. Agrada? Óptimo. Não agrada? Entra aqui a tal tentativa e erro. E se adicionássemos umas gotinhas de essência de cravo? Ou se aumentássemos a dose da essência de rosas? Desaparece o cheiro num instante? É preciso um pouco mais de fixador. Etc...

 

Vamos sempre assentando o que fazemos, o nº de gotas de cada coisa e vamos repetindo todas as operações ( o ciclo recomeça sempre ) durante uns dois meses. Ao fim desse tempo, o conteúdo do frasco já deve ser suficiente  e já deveremos ter atingido um resultado bom ou muito próximo do desejado.

 

Vem então a 2ª fase que consiste em manter o frasco, sempre rolhado durante duas semanas, alternando períodos de 24 horas no frigorífico com períodos de 24 horas fora dele.

 

Ao fim desse tempo, desrolhamos o frasco e voltamos a experimentar um pouco no interior do pulso. Se o resultado for o pretendido ( nessa altura, normamente é ) Passamos à 3ª fase que consite em conservar o frasco rolhado envolto em palha numa caixa e num lugar escuro durante, pelo menos, dois meses.

 

Ao fim deste tempo, o perfume está pronto. As minhas filhas já terão guardado frasquinhos usados para outras coisas que reciclaram pintando-os e decorando-os, já terão escolhido um nome para o seu perfume e resta encher esses frascos que serão os definitivos.

 

     

 

 

Dá trabalho, é preciso paciência, se for um presente de Natal tem de começar a fazer-se lá para Maio mas garanto que vale a pena: saem perfumes exclusivos, totalmente personalizados, cujo aroma permanece bastante tempo na pele. E ver os sorriso de minhas filhas vale mesmo a pena todo o trabalho tido...

 

Já agora digo que me abalancei a fazer perfume para homem, mais difícil, por que eu também tenho um filho. Está a correr bem e é feito à base de alfazema e madeira de cedro.  Depois direi se resultou realmente.

 

Ficamos hoje por aqui, envolvam~se de aromas estimulantes e tenham um excelente sábado!

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 



publicado por Clara às 12:38
link do post | comentar | favorito

26 comentários:
De Alessandra Oliveira a 15 de Junho de 2015 às 20:26
Desde já parabens pelo dom que tens.

Estou a meses a procura do alcool de cereais, ja liguei em fabricas, na propria Alceste, celeiro, farmacias, parafarmacias entre outras dezenas de lugares e ninguem sabe o que é alcool de cereais....
Minha mãe me enviou essencias maravilhosas do Brasil para ser usada como ambientador em spray que amo passar pela casa, mas não acho o alcool para poder usa-las. :(
Tens alguma ideia de um outro nome que se pode dar ao alcool de cereais para encontrar com mais facilidade?
Moro em Lisboa e já até fui a Alceste e a senhora disse que não existe! :(

Muito obrigado pela atenção...


De sara a 25 de Janeiro de 2017 às 14:52
olá, amei este post. estou a pesquisar pois quero criar o meu perfume. só não percebi bem uma parte. quando diz que recomeça o ciclo quer dizer que começo tudo de novamente dentro do mesmo frasco?
muito obrigada por este post :)


De sara a 30 de Janeiro de 2017 às 19:32
será que me podia facultar um exemplo de receita para eu perceber como se faz. obrigada


Comentar post

Bom Dia
200320134488
take a screenshot

pesquisar
 
Autores
tags

todas as tags

posts recentes

Candeeeiro de Cozinha

O primeiro melrinho já na...

Filetes com sabor a Trópi...

Melros na minha varanda

Novidades na Horta

Cesta de Pão

Aproveitar Lâmpadas Fundi...

Recuperar um cesto de rou...

Três em Um

Mais espaço

participar

participe neste blog

links
arquivos

Janeiro 2015

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Novembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Janeiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
30
31


Contador de visitas
Directório de Blogs
Directorio de Blogs Portugueses
blogs SAPO
subscrever feeds